Pró-Espécies seleciona consultoria para elaboração de estratégia de comunicação e material de divulgação para o PAT Meio Norte e PAT Xingu – Aberta

Publicado em 1 de agosto de 2022
Pró-Espécies seleciona consultoria para elaboração de estratégia de comunicação e material de divulgação para o PAT Meio Norte e PAT Xingu – Aberta Créditos: Gustavo Carrasco / WWF

Convidamos você a participar da seleção para contratação de serviço para a elaboração de estratégia de comunicação e material de divulgação dos Planos de Ação para Conservação de Espécies Ameaçadas de Extinção dos Territórios Meio Norte – PAT Meio Norte e Xingu – PAT Xingu, no âmbito do Projeto Pró-Espécies: Todos contra a extinção.

O escopo de trabalho para os serviços especificados nesta Carta Convite são territórios do PAT Meio Norte, que abrange os estados do Maranhão, Tocantins e Pará, cobrindo uma área de aproximadamente 79 mil km² e o PAT Xingu, que abrange os núcleos Volta Grande do Xingu e São Félix do Xingu, inseridos na região da Bacia do rio Xingu, que é considerada única no planeta por sua diversidade e dimensão.

A Estratégia Nacional para a Conservação de Espécies Ameaçadas de Extinção Pró-Espécies: Todos contra a extinção é uma iniciativa do Ministério do Meio Ambiente (MMA) que tem como objetivo adotar ações de prevenção, conservação, manejo e gestão para minimizar as ameaças, o risco de extinção e melhorar o estado de conservação das espécies ameaçadas.

O período estimado da consultoria será de 12 meses (de agosto/2022 a agosto/2023).

Os candidatos devem enviar a proposta até o dia 19/08/2022. Acesse para mais informações sobre a carta convite

Dúvidas podem ser encaminhadas até o dia 08/08/2022 pelo email: [email protected]
A publicação do Anexo de Perguntas e Respostas será publicado nesta página até o dia: 10/08/2022.

Sobre o Projeto Pró-Espécies

O projeto Pró-Espécies é financiado pelo Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF, da sigla em inglês para Global Environment Facility Trust Fund), é coordenado pelo Departamento de Espécies (DESP/MMA) e implementado pelo Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio), sendo o WWF-Brasil a agência executora.

O projeto trabalha em conjunto com 13 estados do Brasil (MA, BA, PA, AM, TO, GO, SC, PR, RS, MG, SP, RJ e ES) para desenvolver estratégias de conservação em 24 territórios, totalizando 9 milhões de hectares. E prioriza a integração da União e estados na implementação de políticas públicas, assim como procura alavancar iniciativas para reduzir as ameaças e melhorar o estado de conservação de pelo menos 290 espécies categorizadas como Criticamente em Perigo (CR) e que não contam com nenhum instrumento de conservação.

Pin It on Pinterest